Grutas de Mira de Aire e Parque Aquático Aquagruta



O nosso País é riquíssimo em sítios para visitar e coisas para explorar. E a Região Centro é um excelente exemplo disso: tem de tudo um pouco e podemos conhecer sempre algo novo!

As Grutas de Mira de Aire valem, definitivamente a visita. Abertas ao público desde 1974, começaram, na realidade, a ser exploradas anos antes, em 1947, quando um grupo de habitantes de Mira de Aire decidiu aventurar-se por um dos muitos algares existentes no sítio de Moínhos Velhos, à procura de água. Estes poços naturais, típicos desta região calcária, formam-se quando a água penetra as pequenas fissuras da rocha e a dissolve, alargando-a e transformando-a em grandes corredores.

A vontade de mostrar esta maravilha da Natureza (atualmente são uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal) ao público em geral surgiu desde cedo e, em 1958, surgiu a primeira tentativa, feita pela junta de freguesia. No entanto, as escadas de madeira utilizadas então, rapidamente se deterioraram e obrigaram à interrupção das visitas por motivos de segurança. Só anos mais tarde, já com infraestruturas mais adequadas ao meio, esse desejo foi concretizado. 

Visitar as grutas com as crianças (3 e 5 anos, na altura) foi relativamente fácil. Aproveitámos a hora de maior calor, para refrescar. A maior dificuldade foi o facto do Rodrigo ter chegado às grutas a dormir. Como, naturalmente, não se consegue levar o carrinho para as grutas, ele teve de ir ao colo e, mesmo depois de acordar, não quis ir logo para o chão. Mas entre colo e cavalitas, o passeio também se fez. O Miguel percorreu os cerca de 700 metros a que o público tem acesso (dos 11 km que a gruta, de facto tem), muitos dos quais com escadas mais ou menos sinuosas, com facilidade e gostou imenso de ser "explorador" por um bocado. 

Hoje em dia, além das deslumbrantes grutas, entre 15 de Junho e 15 de Setembro, tem também o Parque Aquático Aquagruta, que fez as delícias dos nossos exploradores. O Miguel já andava a pedir para ir a um parque aquático há algum tempo, e esta foi a oportunidade perfeita para juntar as duas aventuras.

Existe também a possibilidade de ficar alojado nas Casa da Gruta. Apesar de no site terem um aspeto confortável, nós não ficámos lá. Aproveitámos a nossa estadia em Monte Real, para fazer alguns passeios, e este foi um deles.















Comentários

Posts mais lidos