Pavilhão da Água



O Pavilhão da Água, situado no Parque da Cidade do Porto (re)abriu, finalmente, as portas, depois de umas longas obras de remodelação.


Criado e desenhado para a Expo 98, foi um dos espaços mais visitados da exposição. Foi, depois transferido para o Porto, onde abriu as suas portas no final de 2002, tendo aquele pavilhão, projetado para durar 3 meses, recebido visitantes durante 18 anos. Em 2016 encerrou para uma muito necessária requalificação, tendo sido (re)inaugurado no final do passado mês de Março, no dia a seguir ao Dia Mundial da Água.

O novo Pavilhão da Água está dividido em 3 áreas distintas, todas elas repletas de experiências para serem descobertas pelos pequenos (e grandes) cientistas: nascente, leito e foz.

Como com todas as atividades que fazemos em casa, que envolvem água, os meus pequenos cientistas adoraram a visita. Ainda por cima, tiveram direito a uma visita guiada da Bea, do Bloga8, que percebe (um bocadinho, vá 😉) mais do que eu sobre a explicação das experiências...

A melhor sugestão que vos posso dar é: levem uma muda de roupa! Eu, por acaso, tinha no carro e foi o que nos salvou o resto do dia 😂. Entre repuxos, equilíbrio de bolas na água, simulação da subida da barragem de barco, ao fim de cerca de 1h de exploração, acabaram todos molhados...


Os bilhetes, podem ser adquiridos no local. Para terem uma referência, uma família de 4 (com 2 crianças dos 4 aos 12) paga €22. Para já, não são conhecidas parcerias, nem descontos.



A altura da areia faz com que haja locais com água, ou com diferentes tonalidades de areia. E vai tudo mudando, conforme se tira areia de um lado para o outro.

Quem disse que é fácil tirar-lhes fotografias? 😂😂😂


















Planetário do Porto
→ Galeria da Biodiversidade
→ Museu dos Transportes e Comunicações
 #PasseioseViagens com crianças, o nosso grupo no Facebook








link para a página de facebooklink para a página de Instagramlink para a página do Pinterest

Comentários

Posts mais lidos