Vamos Passear?

Os primeiros dias de passeio do Miguel, com direito a uma noite fora de casa, foram no fim de semana passado. O destino escolhido foi a Régua. Fomos lá comemorar o terceiro mês do nosso Filhote. E o Papá participou na Meia Maratona do Douro.

Ficámos muito bem instalados na Quinta da Ribeira. Éramos um grupo grande, o que ainda tornou as coisas mais divertidas. O único problema foi que, ao contrário do que é habitual nesta altura do ano, estava um frio digno de um Inverno rigoroso, mas em plena Primavera.

Apesar de o primeiro fim de semana fora ser um marco digno de registo (principalmente tendo em conta que foi a primeira vez que o Miguel dormiu numa cama, enorme, de grades), o que me levou a escrever este post foi o processo de escolher o que levar na mala do nosso bebé...

Primeiro andei a fazer alguma pesquisa e depois fiz uma lista, para não me esquecer de nada! Escusado será dizer que, pela primeira vez na vida, eu levei menos coisas dos 3! E também não é difícil de imaginar que não usei metade do que levei para o Miguel...

Então a lista tinha:
  • Termoventilador: não sabia se a casa tinha aquecimento e as previsões indicavam 11 graus de temperatura máxima. Acabei por não usar porque o nosso quarto tinha aquecedor;
  • Kit de viagem (gel de banho, creme, água) + Toalha de banho: apesar de não estarmos a planear dar banho ao Miguel, podia sempre acontecer uma emergência. Também não foi preciso;
  • Roupa de cama: ainda bem que levei, porque apesar de ter a cama de grades, não tinha lençóis. E mesmo que tivesse, eu preferia usar os meus, que sei como e com o quê foram lavados;
  • 3 mantas: uma para a cama e as outras 2 para a rua. Usei tudo;
  • 6 mudas de roupa (incluindo 2 para a noite): só usei 3. As duas da noite ia sempre levar (não seria a primeira, nem a última vez que tenho que o mudar durante a noite...). Para durante o dia, talvez 3 chegassem... Até porque ainda tinha a muda da mochila;
  • Casaco: com tanto frio era indispensável;
  • 3 pares de meias: usei 2;
  • 8 bodies + 8 calças interiores: só usei 3 de cada;
  • Babetes: agora preciso sempre de babetes;
  • Marsúpio: acabei por não usar, porque ele estava mais quentinho e protegido da chuva no carrinho, mas se estivesse sol tinha dado mais jeito para ir esperar o Papá à meta;
  • Aero-OM: sempre útil, mas o da mochila tinha chegado;
  • Estojo com tesoura: também tem a escova do cabelo;
  • Soro + Compressas: para limpar os olhinhos;
  • 30 fraldas: terei usado 10...;
  • 4 fraldas de pano: 2 chegavam;
  • Toalhetes: usei, claro;
  • Bebegel: não precisei... o ar do campo fez-lhe bem;
  • Chupetas: só tem 2;
  • Caderninho onde registo as refeições dele: essencial! Nunca saio de casa sem ele;
  • Máquina fotográfica: nem é preciso comentar. Quem nos conhece sabe que adoramos fotografias;
  • Discos para o peito + Purelan: uso todos os dias.

Da lista ainda fazia parte água engarrafada e biberon, para se estivesse muito calor, mas com previsões de 10 graus de temperatura máxima, risquei estes 2 itens da lista.

O que, claramente, estava em excesso era o número de fraldas, a roupa interior e talvez as mudas de roupa. O resto estava da lista com um objetivo e o que não foi usado, podia muito bem ter sido necessário!
Mas vamos lá ver se da próxima vez consigo fazer uma mala mais pequena...

Comentários

erika mota disse…
Nada mau priminha, não sei é como será nas ferias grandes, já alugaste a auto caravana? beijocas com amor
Érika
Carina Pereira disse…
Pois... Acho q vou precisar...
A sorte é q a mala do carro é grande ;-)
Carina Pereira disse…
Beijocas mto grds e com saudades!
Andreia Ferreira disse…
Bem, estava à espera de lá para Setembro ir passar uma semaninha ao Algarve com a Helena mas acabei por ser esmagadoramente desmotivada depois de ler tamanha lista :( AI!
Carina Pereira disse…
Nós devemos ir em Agosto, p isso dps digo-te a minha lista, com o que usei e não usei ;-)

Posts mais lidos