#por6mesesdelicença



A Organização Mundial de Saúde preconiza que a amamentação deva ser exclusiva até aos 6 meses de idade. Deveria caber a cada Família a decisão de seguir, ou não, esta recomendação.

Mas, todas as Mães que regressam ao trabalho aos 4 ou 5 meses deparam-se com a enorme dificuldade em conciliar o trabalho com a amamentação exclusiva. Isto leva a que, na sua grande maioria, introduzam outros alimentos precocemente, abandonando, muitas vezes, a amamentação, mesmo quando não fosse essa a sua vontade e convicção.

Para que esta decisão possa ser, de facto, das Famílias, é fundamental que a licença parental inicial seja alargada para os 180 dias (6 meses), em vez dos atuais 120 a 150 (4 a 5 meses), pagos a 100%, independentemente das restantes licenças existentes.

Como não nos conformamos com o resultado da petição, lançada há cerca de 3 anos, decidimos dar o passo seguinte e criar uma Iniciativa Legislativa do Cidadão.

Desta forma, pretendemos apresentar a nossa própria proposta de alteração à lei, que esperamos possa ser debatida, livre de qualquer cunho político, tendo em conta o interesse dos bebés portugueses e das suas Famílias.

Cientes das dificuldades que a plataforma onde a Iniciativa Legislativa se encontra alojada traz para quem a tem tentado assinar, estamos a colocar outras formas de todos poderem contribuir para que consigamos chegar aos 20.000 subscritores e, assim, fazer chegar a nossa voz à Assembleia da República.

Podem escolher uma das seguintes opções:




Esta Iniciativa tem uma comissão representativa, composta por 8 pessoas:





👉 Enf. Ana Lúcia Torgal: especialista em saúde materna e obstétrica e consultora internacional de lactação recertificada (IBCLC).
👉 Carina Pereira: Mãe de dois rapazes, Gestora e Blogger. Defensora dos direitos das crianças e pais para uma parentalidade positiva e consciente.
👉 Dra. Carlota Veiga de Macedo: médica interna de pediatra no Hospital Dona Estefânia e consultora internacional de lactação (IBCLC)
👉 Cristina Pincho: consultora internacional de lactação recertificada (IBCLC), moderadora da Liga La Leche, doula e autora do livro "Amamentar - a escolha natural para o seu bebé"
👉 Enf. Filipe Boaventura Moreira: conselheiro em aleitamento materno e grande defensor da amamentação
👉 Dra. Graça Gonçalves: pediatra e neonatologista, consultora internacional de lactação recertificada (IBCLC) e responsável pela primeira clínica em Portugal especializada em aleitamento materno, a Amamentos.
👉 Jacqueline De Montaigne: coordenadora nacional da IBFAN (sigla inglesa para Rede Internacional de Grupos Pró-Alimentação Infantil), especialista em amamentação, representante da World Breastfeeding Trends Initiative em Portugal, especialista pela implementação nacional do Código Internacional de Comercialização de Substitutos do Leite Materno e autora do Relatório Alternativo sobre Portugal para a Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança
👉 Margarida de Almeida e Brito: Jurista e auditora interna numa entidade do Ministério da Saúde



Por fim, para reunir a informação em relação à Iniciativa, criámos um grupo no Facebook, onde constam todas as novidades que vão surgindo. Adiram e convidem os vossos amigos a aderir também! Quantos mais formos, melhor nos irão ouvir na Assembleia da República!


Para terem acesso a todas as notícias e artigos sobre esta Iniciativa, vejam aqui.




Comentários

Posts mais lidos