Galeria da Biodiversidade

Ovos, organizados por tamanhos, cores e formas


exposição fotográfica da National Geographic Photo Ark, foi o pretexto que faltava para irmos, finalmente, conhecer a Galeria da Biodiversidade.


O conceito por trás desta exposição é muito interessante. O objetivo do fotógrafo Joel Sartore é fotografar todas as espécies existentes em cativeiro, para criar um dos maiores arquivos de biodiversidade do mundo e inspirar o público a dedicar-se à conservação dos animais mais vulneráveis do Planeta. Uma versão atual, da Arca de Noé, portanto.

Parte integrante do Museu de História Natural e da Ciência, da Universidade do Porto, a Galeria da Biodiversidade é resultado de uma parceria entre este museu e a Agência Ciência Viva. Pretende aliar a arte com a biologia e a história natural, proporcionando aos seus visitantes diferentes diferentes experiências sensoriais.

Depois do sucesso da visita ao Pavilhão do Conhecimento, também ele parte da Rede de Centros de Ciência Viva, confesso que a expectativa em relação a esta visita era grande.

E ficámos fãs!

Eu sempre gostei de museus onde pudesse interagir com a exposição, sentir-me parte dela. Desde que tenho Filhos, ainda mais, porque é isso que faz com que os meus pequenos se interessem pelo que estão a ver e o que torna estes passeios divertidos.

Percorremos as diferentes zonas da exposição permanente, ao ritmo de cada um deles (a vantagem de ser dois para dois 😉). Deu para eles irem explorando e experimentando o que lhes chamava mais a atenção. Desde a descoberta de cheiros do dia a dia, à possibilidade de experimentarem como diferentes animais vêem as mesma coisa (o facto de essa coisa ser uma pista de comboios aumentou, claramente, o interesse dos dois por esta experiência!) e tantas outras oportunidades de mexer, cheirar, ver, sentir, ouvir, as diferentes peças expostas neste museu.

Quando chegámos à exposição fotográfica, eles já estavam mais cansaditos. Gostaram, mas preferiram, sem dúvida, a primeira parte!











Como sugestão, digo-vos que ao segundo Domingo de cada mês, a entrada na Galeria, até às 13h, é gratuita.
A exposição fotográfica ficará patente até dia 29 de Abril Julho de 2018.




 #PasseioseViagens


Se quiserem estar sempre a par de todas as dicas, sugestões e novidades, sigam a página de Facebook, o Instagram ou, subscrevam o Blog (no canto superior direito).


Comentários

Posts mais lidos