Desculpa, Filho!



Desculpa, Filho! Ontem falhei!

Não consegui ser a Mãe que tu precisavas, não consegui manter a calma, não consegui parar para respirar fundo (aquilo que te digo tantas vezes para fazer!). Não consegui ver para além das tuas birras e desafios constantes. Não consegui gerir a tua frustração e a minha.

Podia dizer que estava cansada, que tu fizeste birra atrás de birra, provocação atrás de provocação. Podia dizer que quebraste uma regra basilar da nossa casa (mesmo depois das minhas advertências). Podia dizer que até mereceste.

Mas eu sei melhor! Tu és apenas uma criança, que se está a descobrir, a definir. E eu sou a adulta da nossa relação. Eu é que tenho que manter a calma, ter todas as respostas para os teus problemas (os que tu sabes que tens e os que não sabes também).

Só que a verdade é que eu também sou humana. Também erro. Também me descontrolo! Podia dizer-te que foi a última vez, que nunca mais vai acontecer. Só que eu sei que isso não é verdade!

Mas prometo dar sempre o meu melhor para tu poderes continuar a ser a criança desta relação. A descobrir os limites que eu te imponho. Sem medo de represálias. Com a certeza que eu te irei orientar sempre, acompanhar sempre que precisares de mim!

Desculpa, Filho! Ontem falhei!



Acompanhem-nos também no Facebook, no Instagram e subscrevam a newsletter do Blog.

Obrigada! 😍

Comentários

Posts mais lidos