Como é que as Mamãs engolem a sementinha?

Os três livros que líamos ao Miguel, sobre o tema da chegada de um irmãozinho


O tema de "como nascem os bebés" tem estado na ordem do dia, cá em casa!

Com o Miguel, a introdução de temas, através de histórias e livros sempre funcionou muito bem. Foi assim com a chegada do irmão, com a ida para a escola*... Escolhemos sempre livros que abordassem o tema e, depois, líamos de forma a que ele se pudesse relacionar com as histórias, mudando, por exemplo, os nomes nas histórias.

Por isso, quando o Miguel começou a mostrar curiosidade sobre o tema de como nascem os bebés, lembrei-me que um dos livros que lhe comprámos na altura da chegada do irmão, falava precisamente sobre isso: "O Nascimento", das Éditions Fleurus.

E, até tem funcionado relativamente bem!
Mas, há dias, ele veio-me perguntar como é que as Mamãs engolem a semente... Como assim, engolem a semente?! (Dessa forma não nascem bebés, pensei eu, mas, felizmente, consegui calar-me antes de me meter em assuntos que não quero, definitivamente, conversar com uma criança de 4 anos...).

Ele estava convencido que o livro se chamava "Engole a semente", por algum motivo que eu ainda não percebi! Lá lhe expliquei que era "O Nascimento" e ele pareceu satisfeito com a explicação.

Mas, nota-se que é um assunto que ele ainda acha que não está bem explicado. Claro que é um assunto que traz sempre dúvidas, para nós, adultos, de como deverá ser abordado. Eu não concordo nada com mentiras e histórias de cegonhas, ou semelhantes. Mas, a verdade é que é difícil saber qual a dose certa de informação que devemos dar... Admito que seja um assunto mais delicado para nós, adultos, e que as crianças até encarem tudo com bastante naturalidade...

Até agora, ele tinha ficado satisfeito com o "O Papá põe uma sementinha na barriga da Mamã, que depois se transforma num bebé". Mas deve ter estado a pensar sobre o assunto e quer aprofundar o tema. Ontem, quando me viu a dar um beijo ao Pai, disse que se calhar eu tinha uma sementinha na boca... Lá lhe disse, outra vez, que as Mamãs não engolem a sementinha.

Verdade seja dita que, sobre essa parte em específico, o livro não é nada explícito. Apenas mostra o Papá a dar um beijinho à Mamã (que ele me foi mostrar, quando eu disse que as Mamãs não engolem a sementinha...). Imagino que essa imagem seja o motivo pelo qual ele acha que as Mães engolem a sementinha... Isso, e porque o bebé está na barriga, tal e qual a comida!

Estamos nessa fase. Eu digo que as Mamãs não engolem a sementinha. Ele não está muito convencido. Mas também não pergunta, afinal, como é que a sementinha vai lá parar?! E eu estou a preparar-me para essa pergunta (para essa e para a "como é que os bebés saem", que também já surgiu, mas tenho a certeza que vai ser melhor explorada, em breve!).

Confesso que ainda não tenho uma resposta para lhe dar...




*Livros sobre a ida para a escola. Na altura em que o Miguel foi para a escola, o "Infantário" foi muito útil. Hoje em dia ele adora o "A zebra que não queria ir à escola"



Se quiserem estar sempre a par de todas as dicas, sugestões e novidades, sigam a página de Facebook, o Instagram ou, subscrevam o Blog (no canto superior direito).

Comentários

c disse…
Só hoje conheci o blog. Muitos parabéns! A propósito da pergunta "como é que os bebés saem da barriga" cá em casa também somos apologistas de dizer a verdade. A reação do meu filho de 5 anos quando lhe disse que os bebés "saem pelo pipi das mães" foi: "ai mãe isso deve doer imenso!!" LOL

Posts mais lidos