Eu fui vítima de Bullying

Eu, com 6 ou 7 anos 😍


Hoje assinala-se o Dia Mundial de Combate ao Bullying.

De acordo com uma sondagem realizada pela UNICEF em 2016, através da plataforna U-Report, dois em cada três jovens, de 18 países, dizem ter sido vítimas de bullying, sendo que 46% das vítimas não contou a ninguém o que se passava. Destes, 36% não o fez por se sentir envergonhado e 29% achou que esta era uma situação normal.


É precisamente por isto que este dia faz sentido, que é fundamental, cada vez mais, que estes assuntos sejam abordados, não apenas pelos Pais e Educadores, mas também junto dos jovens. O que são vítimas e os que são agressores, porque todos têm que compreender que este não é um comportamento aceitável, saudável, sequer tolerável. Porque todos temos o dever de o prevenir. E, quem "apenas" assiste também tem um papel fundamental para evitar que este comportamento tenha lugar.

Eu fui vítima de bullying quando era ainda uma criança. Precisamente pelo que vestia, por usar óculos, por ser boa aluna, por não dizer que sim a tudo o que os outros diziam só porque sim. Foram muitas lágrimas, interrogações de porquê que era posta de parte, gozada, criticada. Felizmente, tive uma Mãe que sempre esteve presente e me assegurou que não era eu que estava errada, mas sim quem me gozava, criticava e punha de parte. Que quem era inseguro e se sentia menos que os outros era quem agredia. Que eu devia responder, defender-me e acreditar sempre no meu valor. Felizmente, tive um Pai, que, quando foi preciso soube dizer um basta e mostrar a quem, inclusivamente, telefonava para minha casa a insultar-me, que esse comportamento não seria admitido e que os seus pais seriam informados.

E eu cresci equilibrada, confiante, Feliz!

Mas sei que há muitas crianças que não têm essa estrutura familiar. Sei que há muitas Famílias que, desde que os seus Filhos não sejam as vítimas, que banalizam, que dizem que "são coisas normais de crianças". Há, até, Famílias que quando vêem os próprios Filhos ser vítimas que desvalorizam, elas próprias por vergonha...

É preciso dizer BASTA!

As vítimas de bullying precisam de ajuda! E os agressores também! E, até, aqueles que assistem e nada fazem. Ou que fazem eco com os agressores!

Basta! Se os vossos Filhos estão em qualquer ponta deste triângulo, ajudem-nos! E, se não souberem como fazê-lo, procurem ajuda!

(Para quem quiser ler um artigo muito interessante de como lidar com bullying, deixo o aqui o link).





Se quiserem estar sempre a par de todas as dicas, sugestões e novidades, sigam a página de Facebook, o Instagram ou, subscrevam o Blog (no canto superior direito).

Comentários

Ana Branco disse…
Adoro-te minha filha querida.

Posts mais lidos